O cadastro no sistema e posterior acesso, por meio de login e senha, são obrigatórios para a submissão de trabalhos, bem como para acompanhar o processo editorial em curso. Acesso em uma conta existente ou Registrar uma nova conta.

Condições para submissão

Como parte do processo de submissão, os autores são obrigados a verificar a conformidade da submissão em relação a todos os itens listados a seguir. As submissões que não estiverem de acordo com as normas serão devolvidas aos autores.
  • A contribuição é original e inédita, e não está sendo avaliada para publicação por outra revista; caso contrário, deve-se justificar em "Comentários ao editor".
  • O arquivo da submissão está em formato Microsoft Word, OpenOffice ou RTF.
  • URLs para as referências foram informadas quando possível.
  • O texto está em espaço simples; usa uma fonte de 12-pontos; emprega itálico em vez de sublinhado (exceto em endereços URL); as figuras e tabelas estão inseridas no texto, não no final do documento na forma de anexos.
  • O texto segue os padrões de estilo e requisitos bibliográficos descritos em Diretrizes para Autores, na página Sobre a Revista.

Expediente

Os artigos publicados na Revista da FMO seguem os requisitos recomendados pelo Comitê Internacional de Editores de Revistas Médicas (www.icmje.org), e são sempre submetidos à avaliação por pares (peer review), realizada no mínimo por duas pessoas indicadas pelo Conselho Editorial Interno ou pelo corpo dos revisores internos e externos. O Conselho Editorial Interno recebe os manuscritos anonimamente e tem a decisão final quanto à publicação. No caso de conflito de pareceres, os Editores Chefe e Adjunto da revista solicitará um novo parecer ou arbitrará editorialmente a questão. O Conselho Editorial Interno convida membros para exercer o papel de revisores internos e externos. Artigos recusados são devolvidos aos autores. Somente os trabalhos que estiverem dentro das normas para publicação na Revista serão submetidos ao processo de revisão. Artigos aprovados poderão receber modificações de diagramação, desde que, não alterem o mérito do trabalho

Carta aos Editores

Comentários científicos ou controvérsias com relação aos artigos publicados na revista da FMO. Serão aceitos ou não para publicação, a critério do Editor Chefe e Adjunto, sem passar pelo processo de peer-review, não sendo permitida réplica.

Artigos Originais

Artigo Original: É o relato completo de uma investigação clínica ou experimental e seus resultados. Constituído de Resumo/Abstract, Introdução, Métodos, Resultados, Discussão, Conclusão e Referências (máximo de 30). O título deve ser redigido no mesmo idioma do manuscrito e não deve conter abreviaturas. Deve ser acompanhado do(s) nome(s) completo(s) do(s) autor(es) seguido do(s) nome(s) da(s) instituição(ões) onde o trabalho foi realizado e a participação individual de cada um dos autores. (Ex: Idealização, coleta de dados, revisão crítica, revisão do línguas.). Se for multicêntrico, informar em números arábicos aprocedência de cada um dos autores em relação às instituições referidas. Os autores deverão enviar junto ao seu nome o título que melhor represente sua atividade acadêmica. O resumo deve ter no máximo 250 palavras ser estruturado com objetivo, métodos, resultados, conclusões e até cinco descritores na forma referida pelo DeCS (http://decs.bvs.br). O Abstract deve ser estruturado da mesma forma que o Resumo e seguido pelas keywords conforme o sistema MESH (PUBMED).

Relatos de Casos

Descrição de casos clínicos de interesse pela raridade, pela apresentação ou formas inovadoras de diagnóstico ou tratamento, contemplando os capítulos: introdução, relato do caso, comentários e referências (máximo 15).
O relato de caso deve conter 1.420 palavras. Resumo e Abstract não estruturados e duas ilustrações. Máximo de cinco autores.

Artigo de Revisão

Artigo de Revisão: Versando sobre temas de interesse em saúde, deve incluir análise crítica. Não serão aceitas simples descrições cronológicas da literatura. Devem ser descritos, na introdução, os motivos que levaram à redação do artigo e os critérios de busca, seguidos de texto ordenado em títulos e subtítulos de acordo com complexidade do assunto. Devem conter uma conclusão e opinião dos autores, sintetizando o conteúdo da revisão. Resumo e Abstract não são estruturados. O artigo de revisão devem conter no máximo 2.420 palavras e até 45 referências.

Instruções aos autores

I

Artigo Original

É o relato completo de uma investigação clínica ou experimental e seus resultados. Constituído de
Resumo/Abstract, Introdução, Métodos, Resultados, Discussão, Conclusão e Referências (máximo de 30). O título deve ser redigido no mesmo idioma do manuscrito e não deve conter abreviaturas. Deve ser acompanhado do(s) nome(s) completo(s) do(s) autor(es) seguido do(s) nome(s) da(s) instituição(ões) onde o trabalho foi realizado e a participação individual de cada um dos autores. (Ex: Idealização, coleta de dados, revisão crítica, revisão do línguas.). Se for multicêntrico, informar em números arábicos a procedência de cada um dos autores em relação às instituições referidas. Os autores deverão enviar junto ao seu nome o
título que melhor represente sua atividade acadêmica. O resumo deve ter no máximo 250 palavras ser estruturado com objetivo, métodos, resultados, conclusões e até cinco descritores na forma referida pelo DeCS (http://decs.bvs. br). O Abstract deve ser estruturado da mesma forma que o Resumo e seguido pelas keywords conforme o sistema MESH (PUBMED).
O artigo original deve conter no máximo 2.420 palavras e até 30 referências.

Política de Privacidade

Os nomes e endereços informados nesta revista serão usados exclusivamente para os serviços prestados por esta publicação, não sendo disponibilizados para outras finalidades ou a terceiros.